O que fazer com o dinheiro que não é seu?

Um dos principais problemas de uma empresa moderna é o fato de que os objetivos de um administração podem não ser o melhor para seus acionistas. Esse dilema é denominado pela ciência de conflito de agência.

Os exemplos são inúmeros. No Brasil não temos ainda uma cultura que defenda, de forma integral, o princípio da entidade. Talvez por essa razão seja difícil perceber esse conflito no país. Em outros países, onde o mercado é mais desenvolvido, esse problema geralmente é noticiado.

Tomei três exemplos desses problemas apresentados pelo sítio Footnoted, especializado na parte narrativa das demonstrações financeiras:

a) A 1-800 Contacts pagou ao seu executivo US$12 mil por ano para “serviços domésticos”. O relatório não é claro se esse pagamento é de uma babá ou um mordono ou um caseiro.

b) A WSFS Financial pagou para seus executivos serviços de planejamento financeiro sob a justificativa que era para encorajar hábitos pessoais na área financeira. Dois detalhes: os executivos são ricos; e a empresa atua na área financeira e provavelmente os executivos deveriam ser especialistas na área.

c) A Federated Department Stores deu aos executivos “desconto na compra de mercadorias”. Não informa qual desconto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: