Archive for the ‘Nobel’ Category

Links

dezembro 14, 2007

1. Conflito de interesses nas empresas
2. Lectures dos ganhadores do Nobel de Economia
3. Fluxograma do sexo na idade média
4. A evolução humana foi mais rápida É somente uma hipótese, ressalta o The Economist

Anúncios

Previsão do Nobel

outubro 18, 2007

A previsão do Nobel de Economia revelou-se um fiasco (clique aqui para postagem do blog). Entretanto, o problema não é a previsão, mas o mecanismo. Conforme lembra bem o sítio stumblingandmumbling, previsão usando mercado funciona melhor quando existe informação dispersa e que são agregadas nas apostas. Neste caso, a decisão é tomada por um juri com poucas pessoas, o que torna difícil fazer a projeção.

Críticas ao Nobel de Economia

outubro 17, 2007

Nem só de elogios vivem os ganhadores do Nobel. A reação de alguns blogs de economia ao anúncio não foi muito “agradável”.

I regard the “mechanism design” literature as representing a lot of effort expended on papers that only interest the expenders

Fonte: aqui

Nobel de Economia

outubro 16, 2007

Foram premiados os economistas Eric Maskin, Roger Myerson e Leonid Hurwic na área de design theory. Os ganhadores não estavam entre os favoritos (aqui).

Aqui a justificativa da Academia Sueca. Aqui, um resumo da reação dos blogueiros.

O trabalho foi importante na recente crise financeira dos Estados Unidos (aqui).

Aqui , aqui e aqui links sobre a obra dos economistas premiados.

A Agência O Globo apresentou a seguinte notícia sobre os ganhadores:

Nobel para a arte de negociar
Luciana Brafman e Fabiana Ribeiro*

A teoria que rendeu aos americanos Leonid Hurwicz, Eric Maskin e Roger Myerson o Prêmio Nobel de Economia de 2007 não é fácil “de ser explicada para sua avó”, segundo um dos mais populares sites sobre economia, o Marginal Revolution. Desconhecida do grande público e até de muitos economistas, a teoria do desenho de mecanismos pode ser traduzida em aplicações práticas no dia-a-dia das pessoas, ao examinar a eficácia da alocação dos recursos pelos diferentes agentes econômicos em uma negociação e avaliar se a intervenção governamental é necessária.

Com base na teoria dos jogos e em incentivos que levam os participantes de uma negociação a dizerem a verdade sobre suas intenções, o estudo foi desenvolvido em separado pelos pesquisadores. Eles dividirão um prêmio de 10 milhões de coroas suecas (US$1,57 milhão). A Academia Sueca de Ciências explica qual a importância da teoria:

“A clássica metáfora de Adam Smith sobre a mão invisível se refere a como o mercado, sob condições ideais, garante uma alocação eficiente de recursos escassos. Mas, na prática, as condições normalmente não são ideais. Por exemplo, a competição não é completamente livre, os consumidores não são perfeitamente informados, e a produção e o consumo desejáveis privadamente podem gerar custos e benefícios sociais”.

Os estudos de Hurwicz, Maskin e Myerson levaram ao desenho de modelos matemáticos que permitem entender como é a tomada de decisões na vida real, levando-se em conta, inclusive, que as pessoas mentem sobre suas intenções e motivos.

— É uma economia posta na prática. E, com isso, permite criar situações para regulamentações, contratos, leilões, concessões. Já há modelos regulatórios que têm como base essas teorias — disse Aloisio Pessoa de Araújo, professor da Fundação Getulio Vargas. (…)

Al Gore mereceu o Nobel?

outubro 15, 2007

Aqui uma outra visão sobre o Nobel para Al Gore. Aqui, postagem antiga sobre Gore.

Previsão

outubro 13, 2007

Aposta nos prováveis ganhadores do Nobel de Economia (aqui)

Elhanan Helpman 5/1
Gene M Grossman 5/1
Paul Romer 6/1
Chris Pissarides 7/1
Dale T Mortensen 7/1
Peter A Diamond 7/1
Paul Krugman 8/1
Eugene Fama 9/1
Robert Barro 10/1
Gordon Tullock 12/1
Jean Tirole 12/1
Nancy Stokey 12/1
Avinash Dixit 20/1
Edward P Lazear 20/1
Thomas J Sargent 20/1
William Baumol 20/1
Lars E O Svensson 40/1
Paul Milgrom 40/1
Robert B Wilson 40/1
Assar Lindbeck 50/1
Cris Sims 80/1
Lena Edlund 100/1

Nobel de Economia

outubro 10, 2007

Mais uma vez, quem deverá ganhar o Nobel de Economia. O sítio Intrade faz apostas sobre prováveis ganhadores (aqui). Já o WSJ Blog aponta os prováveis vencedores:

a) Jean “Game Theory” Tirole;
b) Robert Wilson e Paul Milgrom
c) Elhanan Helpmen e Gene Grossman
d) Eugene “Random Walk” Fama,
e) Robert Barro
f) Andrei Shleifer
g) Martin Feldstein
h) Paul Krugman

Acrescento Richard Thaler. O anúncio será dia 15 de outubro.

Previsão para o Nobel

setembro 10, 2007

Reportagem do PR Newswire (Thomson Scientific prevê Laureados do Prêmio Nobel; Dezessete “Thomson Scientific Laureates” reconhecidos por suas contribuições para o avanço da ciência, 10/09/2007) faz a projeção para os ganhadores no Nobel deste ano baseado no impacto das pesquisas. Segundo a reportagem, existe uma grande relação entre as citações dos autores e as honras recebidas, incluindo o Nobel.

Para a área de economia, os prováveis vencedores seriam:

Elhanan Helpman – Harvard University (EUA)e Tel Aviv University (Israel)
Gene M. Grossman – Princeton University (EUA)
Jean Tirole – University of Social Sciences(França)
Robert B. Wilson – Stanford University (EUA)
Paul R. Milgrom – Stanford University (EUA)

Expectativa de vida e Nobel

agosto 10, 2007

Ontem foi postado sobre a relação entre o aumento na expectativa de vida e o fato de um indíviduo ganhar um Oscar (aqui)

Agora, segundo o Blog de Mankiw (aqui) o vencedor do prêmio Nobel consegue de 1 a 2 anos de vida.

Microfinanças

outubro 31, 2006


O Nobel da Paz deste ano foi para Muhammad Yunus e seu Grameen Bank para a Microfinanças. Apesar do aspecto social do prêmio, existem alguns questionamentos sobre a validade desta estratégia.

Nesta semana, Becker fez o seguinte comentário sobre a microfinanças:

“Todos os economistas que tem estudado a microfinanças concordam que ela não será mais do que um fator menor para o fim da pobreza em qualquer país. O crescimento econômico requer direitos de propriedade, encorajamento a iniciativa privada, abertura ao comércio internacional, estímulo à educação, regulamentações limitadas e sensíveis e um governo razoavelmente honesto. Microfinanças faz somente uma pequena contribuição (…)”

Estamos no caminho certo?