Archive for the ‘sinalização’ Category

Links

julho 3, 2007

1. Vínculo entre mobilidade social e limites da educação

2. A educação pode ter um importante papel como sinalizador. Um homem (mas não mulher) que possui graduação em artes recebe menos que se ele não fosse para a Universidade. Qual a razão disto? Talvez pelo fato de que um homem formado em artes seja visto como um “bon-vivant”. O retorno de algumas graduações é zero no setor público.

3. Segundo a AT&T, homem usa, em média, mais o celular do que a mulher

4. A divisão de uma conta no restaurante

Anúncios

Manipulação na política

maio 3, 2007

A manipulação de números contábeis tem sido associada as grandes empresas e ao mercado acionário.

Entretanto, como observa a Business Week (Candidate´s Stupid Accounting Tricks, 30/04/2007, vol. 4032), os políticos estão usando truques que eram restritos a contabilidade empresarial. A justificativa é que os políticos necessitam ter uma imagem de crescimento nas candidaturas.

A revista usa a campanha presidencial dos Estados Unidos. Apresentar que um candidato está captando recursos pode sinalizar que estaria vencendo a guerra para obter apoio dos eleitores.

Observando os números evidenciados pelos candidatos mostrou que as campanhas apresentam muitas doações no dia 31 de março. É o caso do senador Barack Obama, que apresentou 3.885 contribuições individuais neste dia. No dia anterior o número de contribuições era de 643, um acréscimo notável. O mesmo ocorreu nas campanhas de Hillary Clinton e McCain.

Outra manipulação é reduzir os pagamentos para aumentar o caixa. A campanha de McCain pagou um conselheiro em janeiro e fevereiro, mas não em março. Alguns atrasos aumentam o caixa existente.

Custos

janeiro 20, 2007

Esse comentário é meio macabro:

Um comentário do livro The Shock of the Old: Technology and Global History Since 1900 informa que uma bomba atômica para ser produzida consumiu um custo de 2 bilhões (20 bilhões em dólares de 1996). Esse valor poderia ser usado de forma mais eficiente através do bombardeio tradicional, que custa menos, ou com a construção de bombardeios, que podem ser reutilizados.

Já o sítio Marginal Revolution chama a atenção para dois fatos que não foram considerados no argumento acima. Primeiro, o custo de fazer as bombas posteriores é menor em virtude da curva de aprendizagem. Em segundo lugar, o poder de sinalização da bomba atômica é maior.